11 dicas para parar de procrastinar

Procrastinar é um comportamento normal do ser humano, cujos mecanismos internos visam sempre a sobrevivência. E para isso, nosso organismo estoca recursos e tenta realizar as atividades com o mínimo esforço possível.

É por isso que você se depara com uma vontade incrível de assistir um vídeo na internet e não tem vontade nenhuma de fazer aquele relatório de despesas que está pendente na sua mesa há semanas.

Assistir o vídeo é fácil, não requer muita energia e ainda lhe traz satisfação.

Já o relatório vai exigir concentração, cálculos e análises que vão demandar uma boa quantidade de energia, além de não ser nada prazeroso e talvez até gere uma certa pressão.  Por esses motivos, não ache estranho que você adie tanto essa tarefa.

Procrastinar, portanto, é um mecanismo para diminuir o consumo energético do cérebro.

O que se sabe sobre a procrastinação é que existem algumas atitudes que se forem implantadas podem te ajudar a se tornar mais produtivo.

Aqui vão elas:

  1. Faça exercícios

“A indicação para fazer exercícios aparece como uma boa solução para quase tudo!”-  você deve estar pensando. E é verdade! Os exercícios ajudam o corpo a produzir hormônios que regulam o seu humor, melhoram a qualidade do sono, sua resistência física/mental e aumentam a sua disposição.

  1. Faça pausas

A mente tem um limite de tempo para concentração, que é de 90 minutos. Após esse período, a pessoa começa a perder o foco e, portanto, seu desempenho começa a cair. Por isso, é extremamente importante incluir pausas de 5 a 10 minutos entre os períodos de 90 minutos.

  1. Envolva pessoas

Sabe quando alguém fala: “Só estou indo na academia porque prometi para meu amigo?” Envolver as pessoas em suas tarefas pode te ajudar a se comprometer mais e também a torná-la mais relevante e talvez, até mais fácil.

  1. Inclua na rotina

Para vencer a procrastinação nada como contar com o mecanismo de formação de hábitos. Inclua a atividade em sua rotina, repita-a entre 21 a 60 dias e sua mente irá incorporar essa atividade mais naturalmente.

  1. Ouça música

A música tem um poder quase que instantâneo de mudar o seu humor. É capaz de acalmar ou motivar. Quando sentir-se desanimado, coloque músicas que você gosta e que te deixem mais estimulado. Você também pode optar por músicas que geram mais concentração, existem várias playlists no Youtube.

  1. Pare com o perfeccionismo

O perfeccionismo é um grande inimigo, ele faz com que você estabeleça padrões de qualidade muito altos – muitas vezes inalcançáveis – e sinta-se forçado a refazer o trabalho diversas vezes. Além de gastar muita energia, isso vai gerando uma sensação de incapacidade e frustração. Ao invés disso, concentre-se em estabelecer padrões mais realistas, alinhados com as expectativas das pessoas que vão se beneficiar dos resultados do seu trabalho.

  1. Aproprie-se

Aproprie-se da tarefa. Perceba como ela está encaixada em algo maior, que pode te trazer resultados positivos no futuro, contribuir com seu desenvolvimento pessoal ou profissional. Não encare apenas como uma tarefa isolada. E se for uma tarefa isolada, então é o momento de repensar se você deveria estar fazendo-a ou se deveria delegá-la.

  1. Divida em tarefas

Nada pode ser mais desanimador do que um projeto complexo e cujos benefícios são de longo prazo. É claro que sua mente vai querer adiar o quanto puder. Nesse caso, divida o projeto em etapas menores e mais simples. Faça quantas divisões forem necessárias até que se torne mais convidativo para você realizá-las, encerrá-las e partir para a próxima.

  1. Recompense-se

Depois que você dividiu um projeto complexo em tarefas menores, recompense-se a cada conclusão. Isso lhe trará momentos de satisfação e irá te motivar para a próxima fase.

  1. Use ferramentas

Tenha um planner, use aplicativos como o pomodoro (para dividir o tempo), Evernote, Google agenda, post its, agendas, canetas coloridas, enfim, tudo que puder te estimular e te auxiliar a gerenciar melhor o seu tempo.

Por falar nisso, você conhece o planner da Eleven Coaching? Você pode baixá-lo gratuitamente.

E você sabia que eu tenho um método bastante efetivo de gestão de tempo? Dá uma olhada no programa “Minha Agenda, Minhas Regras”.

  1. Apaixone-se pelo objetivo

Nada como a paixão para gerar energia extra! Conecte-se com o seu objetivo, seja ele profissional ou pessoal. Pense nos benefícios de conquistá-lo, naquilo que vai te motivar, nas pessoas que irão se beneficiar, enfim, entenda porque você está fazendo o que está fazendo.

Só você pode mudar o seu comportamento e assumir o controle da sua vida!

E você sabe que pode contar comigo para te auxiliar nessa tarefa, você não precisa fazer tudo sozinho. Entre em contato, marque uma sessão gratuita para avaliarmos os seus desafios de gestão de tempo.

Vamos nessa?